domingo, 27 de novembro de 2011

Treinamento - 7 razões e qualidade de vida



Você ainda precisa de algum tipo de motivação para treinar com pesos?
Aqui você encontra as mais recentes descobertas sobre os benefícios desse tipo de treino:

1) Pesos constroem músculos


Mulheres com idade entre 20 e 30 anos perdem 3,6 kg de músculos e ganham 10 quilos de gordura. Homens de 20 a 80 anos perdem um quarto de sua massa muscular.

Correr, pedalar ou outra qualquer outra atividade aeróbica não acaba com essa perda.

A McMaster University, dos Estados Unidos, realizou um estudo comparando programas de dez semanas com uso de peso combinando exercícios aeróbicos contra programas que usam somente exercício aeróbico.

O grupo que só fazia atividades aeróbicas mostrou que só houve aumento de 2% na capacidade cardiovascular e 11% na capacidade física.

Já nos treinos com pesos junto com trabalho aeróbico, seus praticantes tiveram a capacidade cardiovascular melhorada em 15% e na capacidade física 109%.

No quesito força os resultados favorecem ainda mais quem treinou com pesos.

O grupo da atividade aeróbica não teve nenhum tipo de aumento de força nas pernas e nos braços. Enquanto no grupo que treinou com pesos, verificou-se em seus participantes um aumento de 43% na força dos braços e 22% nas pernas.


2) Pesos fazem você perder gordura

O músculo é o motor do corpo.

Ele faz com que a gordura seja queimada como combustível. Então se você tem poucos músculos, não dá para perder muita gordura.

Um estudo publicado no American Journal of Clinical Nutrition comparou os níveis de gordura corporal em mulheres.

As sedentárias tem 21% de gordura corporal, as praticantes de exercícios aeróbicos tem 16% e as que praticam exercícios de resistência tem 14%.





3) Pesos fazem os ossos crescerem






Os benefícios que os treinamentos com pesos trazem ficam evidentes em um estudo de densidade óssea feito com levantadores de pesos de 14 países, comparando com pessoas que tem uma vida saudável e praticam outros tipos de exercícios.

Na média os ossos daqueles que levantam pesos são 46% mais densos e 50% mais fortes.


Força óssea e muscular não estão somente relacionadas com levantadoras de pesos, mas também em mulheres jovens e saudáveis.

Um estudo da Stanford University constata claramente que aproximadamente 20% da densidade mineral óssea depende da manutenção muscular.



Uma pesquisa publicada em fevereiro de 2000 no British Journal of Sports mostra que até em mulheres mais velhas, um ano de treinamento com pesos aumentou em até 29% a força muscular, com uma melhora significativa na densidade óssea.


4) Pesos aumentam a imunidade


Para termos um sistema imunológico mais forte dependemos da disponibilidade do amino ácido glutamina.

Seus músculos são os responsáveis em fornecer glutamina para seu sistema imunológico durante o trabalho muscular.

Quanto mais músculos você tem, mais glutamina eles fornecerão para seu sistema imunológico, fortalecendo-o.


5) Pesos combatem o diabetes


Verificou-se em estudos publicados de 1995 a 1999 dados inesperados e benéficos sobre os resultados de programas de treinamento com pesos.


Este tipo de treinamento proporciona maior tolerância de glucose em pacientes com diabetes tipo II.


Em uma dessas pesquisas, mulheres que já passaram pela menopausa e tem diabetes seguiram um programa de treinamento com pesos durante 4 meses. A sensibilidade por glucose melhorou cerca de 29%.


6) Pesos atacam a artrite


Na Tufts University, pesquisadores deram a seus pacientes com artrite reumática um treino de alta intensidade com pesos durante 12 semanas.

Os resultados mostraram que os pacientes tiveram significativa redução da dor nas juntas, diminuição da fadiga além de um grande ganho em força.

Em um estudo da Nebraska University com pacientes com osteoartrite no joelho, os pesquisadores aplicaram um treinamento de 8 semanas com pesos.

Outros pacientes foram usados como grupo de controle.

Foi verificado que o trabalho com pesos causa um significante declínio na atividade da artrite.


7) Pesos fortalecem seu coração


Estudos mostram que treinamentos com pesos causam menos sintomas cardíacos que os tradicionais exercícios de reabilitação, como pedalar ou andar.

Também são responsáveis por melhor fluidez sangüínea, maior força muscular, mais resistência física e menos fadiga.

Em um desses estudos, um programa de 12 semanas foi combinado com um tradicional programa de reabilitação.

O grupo que treinava com pesos e também realizava trabalho aeróbico mostrou grande aumento de força (90% contra 9% daqueles que só fizeram trabalho aeróbico).

Eles também perderam mais gordura (3 kg contra 1 kg). E também tiveram melhora na capacidade física.


Fonte: FitnessNetwork.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário